Use seus dados do Meu Rotary
    
  Lembrar     

Notícias    

   

Rotary Club de São Paulo Sudeste tem projeto internacional aprovado pela Fundação Rotária

15/06/2018


Seis unidades de UTI Neonatal do Hospital São Francisco de Assis em Jacareí receberam melhorias 
 
Na manhã de 15 de junho, o governador do Distrito 4420, Claudio Takata, visitou o Hospital São Francisco de Assis, em Jacareí, São Paulo. Acompanhado de alguns integrantes do Rotary Club de São Paulo Sudeste, como a presidente Priscila Vitorino e dos companheiros Annibal Antunes Jr, Milton Roberto Rucker, Remo Higashi Battaglia, Ramez Abdul Badreddine e Rui Cabral de Mello, além de Francisco Mo, companheiro do Rotary Club de São Paulo Aeroporto e Edgar Sasaki, vice-prefeito de Jacareí, Takata foi conhecer as seis unidades de UTI Neonatal do hospital que receberam melhorias e novos equipamentos após projeto internacional realizado por meio de Subsídio Global ser aprovado pela Fundação Rotária.  
 
A equipe rotária foi recebida pelo vice-presidente do hospital, Pedro Guimarães, acompanhado da diretora administrativa Mara Liberato, da gerente de Comunicação e Projetos, Fernanda Costa, da enfermeira e coordenadora da UTI, Rosana Silva e da médica Neonatologista, Dra. Cintia Specian. Em seguida, os rotarianos assistiram a um vídeo sobre a entidade. Os dirigentes do hospital falaram sobre a importância e os benefícios dos equipamentos adquiridos, além de agradecer a parceria com o Rotary. “O Hospital São Francisco de Assis já conta com 17 Unidades de Leito de UTI Neonatal que atendem em média 26 recém-nascidos por mês, abrangendo 39 cidades da região, esse reforço aumentará o número dos atendimentos. Os bebês normalmente permanecem internados cerca de três meses na UTI, sendo que a unidade fica aberta em tempo integral para acesso e presença dos pais”. 
 
O governador do Distrito afirma que este foi um dia histórico. “Estamos viabilizando não apenas novos equipamentos, mas sonhos e esperanças de uma nova vida”. Segundo ele, ajudar às crianças a terem uma boa recuperação ao lado de seus familiares, melhora em outras áreas, e por isso é tão importante que essa região carente receba leitos de qualidade. “O bem estar do próximo é nossa responsabilidade para uma sociedade mais justa”, declara Takata.  
 
O projeto visa à redução da taxa de mortalidade infantil em crianças de menos de cinco anos, facilitando o atendimento e tratamento médico especializado, oferecendo qualidade de vida, saúde e acolhimento humanizado, para o bem estar dos pacientes e seus familiares. Serão beneficiados recém-nascidos de famílias carentes, com atendimento por intermédio do SUS (Sistema Unificado de Saúde) que apresentem alguns dos seguintes fatores: prematuridade; doenças congênitas; síndromes e patologias que requeiram acompanhamento intensivo.  
 
Associada à modernização das unidades, foi implantada a campanha educativa, visando à importância da amamentação do prematuro e queda na mortalidade infantil. O material educativo e de prevenção, tanto manual quanto audiovisual, tem por objetivo ensinar a ordenha de leite materno para consumo do bebê (primeiro por sonda e depois na própria mãe), prevenir infecções, desenvolver o sistema neuropsicomotor da criança e prevenir intolerância alimentar posterior à internação, pois o leite materno é considerado complemento do tratamento intensivo. Inclui esclarecimentos quanto aos vários fatores que levam a uma gestação considerada de alto risco e que requer atendimento especializado de alta complexidade como: hipertensão, diabete, gravidez tardia (idade avançada), gemelaridade, uso de drogas, síndromes, entre outros.  
 
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o incentivo efetivo ao aleitamento materno em hospitais (título de Hospital Amigo da Criança que o hospital possui desde 2002) tem causa direta na redução da mortalidade infantil em até 60. Além de servir para as mães e equipe da UTI Neonatal, o material educativo será disponibilizado para download em escolas de enfermagem da região.O hospital mantém um serviço de “Follow-up” da criança de risco, que acompanha os bebês que passam pela UTI até completarem oito anos, a fim de prevenir possíveis desvios no desenvolvimento. 
 
Os Subsídios Globais apoiam atividades internacionais maiores, que tenham resultados sustentáveis e mensuráveis nas áreas de enfoque do Rotary. O valor investido na melhoria das unidades de UTI Neonatal foi dividido entre o RCSP Sudeste - Distrito 4420 e clubes parceiros internacionais como na França, o Rotary Club Thonon Genevois International; Rotary Club Voiron; Rotary Club Thonon Leman e Rotary Club Annemasse Genevois - Distrito 1780; Distrito1710, e Rotary Club Lille Lesquin – Distrito 1520. Em Taiwan, o Rotary Club Taipei North; Rotary Club Hwashan; Rotary Club Southgate; Distrito 3521; Distrito 3522 e Distrito 3523, junto à Fundação Rotária, totalizando a quantia de US$ 74.950,00 (R$ 240.317,20).  
 
 
Hospital São Francisco de Assis 
 
O Hospital São Francisco de Assis é mantido pela Associação Casa Fonte da Vida, entidade filantrópica sem fins lucrativos, certificada pelo Conselho Nacional da Assistência Social e reconhecida de utilidade pública municipal, estadual e federal. Mantém contrato com o SUS por meio da Prefeitura Municipal de Jacareí, com repasses de recursos estaduais e federais. Suas atividades tiveram início em 1987 mantendo-se até hoje sem interrupção.  
 
 
 
 
 
Por Natali Fernandes – MTB 0083122/SP 

 

 Clique nas imagens para ver as fotos